sábado, 12 de março de 2011

Apresentação


Olá, este é um projeto filosófico que buscará transmitir conhecimento para todos. Vários assuntos serão abordados: ciência, saúde, política, curiosidades, charges e filosofia, claro. Sejam bem vindos e aproveitem cada postagem.

Introdução


Sabe-se que existe um grande questionamento sobre a verdadeira utilidade da filosofia na vida das pessoas. O homem desde a Antiguidade busca entender a essência do ser humano, mas encontra obstáculos, algo natural em função do limite do seu intelecto. No entanto, o mesmo busca por meio dos avanços científicos e culturais aperfeiçoar o seu conhecimento.

A filosofia nos ensina a olhar de uma maneira diferente para o mundo e para si mesmo, esta nova visão de vida é representada pela reflexão filosófica. Ao contrário de outros saberes em que as pessoas se especializam, a filosofia é um campo em que todos nós vez ou outra aventuramos, basta observar como certos assuntos despertam polêmica, tais como significado da política, da arte, da moral. Quem ainda não se perguntou sobre a finitude da vida, o sentido da existência humana? Quem não critica o governo e expõe suas posições a respeito? Quem não se angustiou antes de tomar uma decisão, questionando o certo e o errado?

Bem, essas, e muitas outras, são questões filosóficas. E os pensadores, através dos tempos, têm se dedicado a elas. Às vezes privilegiam apenas um aspecto dessa reflexão, outras se dedicam a uma visão global e sistemática. Nada melhor do que saber um pouco sobre o que eles pensaram, para enriquecer e fertilizar nossas indagações, ainda que nem sempre tenhamos resposta para todas.

A filosofia é o pensar crítico sobre todas as áreas do saber e do agir humano, que revela seus princípios e fundamentos e faz ver a possibilidade de outros mundos, outros modo de vida, fundamentados em outros princípios. A reflexão filosófica não pode ser conduzida por posições radicais, ela pede um equilíbrio entre a atitude cética, que coloca em dúvida a possibilidade de certezas absolutas e universais do conhecimento, e a dogmática, que recusa as evidências da experiência.

A filosofia deve se manter como o livre exercício da razão treinada, que descobre os significados mais profundos da realidade e que dialoga com ideias e teorias do passado e do presente. Por isso ela é necessária para todos nós que desejamos construir projetos individuais e coletivos de vida que nos levem à plenitude do que podemos ser.

                                                                                                        
video